Criações em Percussão

O EQUILÍBRIO NA RELAÇÃO INTÉRPRETE-COMPOSITOR

Minha pesquisa busca fortalecer os laços e parcerias musicais entre compositoras(es) e intérpretes tanto no meio do ensino quanto da performance musical. Para tanto, busco frisar o equilíbrio dos interesses nos vários tipos de relações estabelecidas, principalmente no momento da criação de uma nova obra.

 

O equilíbrio funciona como um mecanismo para obter o maior potencial de cada pessoa, e para levantar discussões com o máximo de reflexão nesta relação.

 

Durante essa pesquisa produzi uma série de concertos com o grupo de percussão da EMESP intitulado “Compondo para Percussão”, cujo objetivo era a produção de novas obras para percussão que tivessem maturidade tanto em termos composicionais, quanto de interpretação.

 

Esse projeto teve como parcerias na coordenação a compositora Valéria Bonafé, a percussionista Márcia Regina Fernandes e o compositor Rodolfo Valente.

 

Como fortalecimento da pesquisa na minha atuação de percussionista, estreei algumas peças solo dedicadas a mim de compositores como Roberto Victorio e Rodrigo Lima.

A função do equilíbrio na relação intérprete-compositor

Dissertação de mestrado de Herí Brandino

Tabela de informações sobre percussão para compositoras e compositores

Nessa tabela é possível observar diversas características, como tessitura, baquetas e áreas de toque de alguns instrumentos de percussão. É uma boa referência para compositoras e compositores que estão compondo pela primeira vez para algum instrumento de percussão.

​ÁLBUNS GRAVADOS

An american in paraiso.jpg

An American In Paraiso

Música de câmara de Jack Fortner, 2020

 

Artistas: Adriana Holtz, Ana de Oliveira, Beatriz Alessio, Daniel Murray, Flávio Gabriel, 

Herí Brandino, Pedro Gadelha, Peter Pas, Sarah Hornsby. 

 

Álbum completo  


camerata aberta sobreluz.jpeg

Sobreluz

Selo SESC 2019

 

Camerata Aberta

Guillaume Bourgogne – Regência

Sergio Kafejian – Direção artística

 

Composições de Alexandre Lunsqui, Kaija Saariaho, Rodrigo Lima e valéria bonafé

 

Álbum Completo   

festival música nova.png

Festival Música Nova

Selo SESC 2016

 

Ensemble música Nova

Jack Fortner regência

Vários compositores e compositoras

 

Composições  de Dorothea Hofmann, Fernando Riederer, Gil Nuno Vaz, Gilberto mendes, Jack Fortner, José Gustavo Julião de Camargo, Leonardo martinelli, Moon Young Ha,  Paulo Costa Lima, Silvio Ferraz e Tatiana Catanzaro. 

Álbum completo

espelho dágua.jpg

Espelho d’água

Selo SESC 2012
 

Vencedor do Prêmio Bravo 2012

 

Camerata Aberta

Guillaume Bourgogne – Regência

Sergio Kafejian – Direção artística

 

Composições de Franco Donatoni, Miguel Azguime, Oliver Schnelle, Rodrigo Lima, Roberto Victorio, Sergio Kafejian, Silvio Ferraz.

cd baqte ensemble.jpeg

Baqte Ensemble

2012 – Proac

Indicado Prêmio Bravo 2012

 

Augusto moralez, Catarina Domenici, Herí brandino, Karin Fernandes

 

Obras de Arrigo Barnagé, Carlos KK Akamine, Flo Menezes, Herí Brandino,  Karin Fernandes, Marlos Nobre, Roberto Victorio, Sérgio Kafejian. 

 

Álbum completo

imagem de a música de gilberto mendes.j

A música de Gilberto Mendes: vários compositores num só compositor

Selo SESC 2010

 

Ensemble música nova

Jack Fortner regência

 

 

Making of gravação

música plural percorso ensemble.jpeg

Música Plural

Percorso Ensemble, 2009

 

Ricardo Bologna Regente

 

Obras de Alexandre Schubert, Arthur Rinaldi, Guilherme Nascimento, Januibe Terrera, José Orlando Alves, Leonardo Martineli, Marcus Siqueira, Matheus Bitondi, Neder Nassaro, Sérgio Roberto de Oliveira. 

 

Álbum completo

 
 

Criações Rítmicas

5 fases, de Herí Brandino

O título da música se refere a 5 fases do tempo, que na música podem ser consideradas a partir de 2 princípios: 

1 - 5 durações rítmicas quaisquer, de diferentes tamanhos podem ser 5 fases do tempo. 

2 - 5 velocidades rítmicas quaisquer que se iniciam juntas podem ser 5 fases do tempo. 

A partir daí gera-se uma gama de relações entre as 5 fases que são representadas pelos números 2, 3, 4, 5 e 6 através de acentuações, quiálteras, andamentos, timbre, altura e da estrutura musical, todos organizados funcionalmente que criam diferentes sensações como desequilíbrio, tensão, organização ou resolução. 

São usadas diversas estruturas rítmicas na obra, como polirritmias, polimetrias, modulações métricas, hemíolas modernas, flutuações de módulos rítmicos, entre outras. A estrutura é de tema e variação. Há uma introdução onde são apresentados os 5 temas representados pelas 5 fases, e 5 variações que também correspondem às 5 fases.

IMG_8048.jpg

Partitura: 5 fases de Herí Brandino

Se pretende tocar a peça, por favor, entre em contato.

Criações Multilinguagens

A PESQUISA DE PERCUSSÃO CORPORAL COMO PERFORMANCE MULTILINGUAGEM

IMG_8647.jpg

Minha pesquisa busca compreender e incentivar a improvisação de percussão corporal como meio de expressão multiliguagem do teatro, da dança e da música simultaneamente em uma performance.

 

Para tanto, fez-se necessário um levantamento bibliográfico que diz respeito à improvisação nessas três linguagens.

 

A partir desse embasamento teórico, dos exercícios práticos oriundos dessa pesquisa, desenvolveu-se adaptações para uma nova linha performática de percussão corporal.

IMG_8701.jpg

Link dos anais do II Congresso Brasileiro de Percussão - artigo na página  328

Link da revista linguística, letras e artes e as novas perspectivas dos saberes científicos 4 - artigo na página 175

Link de divulgação do recital-palestra na EMESP/ Santa Marcelina:

Corpo Criativo: A Improvisação de Percussão Corporal como Performance Multilinguagem

 

Criações em Territórios Musicais

NOVAS TÉCNICAS E SONORIDADES DOS INSTRUMENTOS DE PERCUSSÃO BRASILEIRA

Obras compostas por Herí Brandino para investigar os ritmos brasileiros e  diferentes técnicas e sonoridades dos instrumentos de percussão brasileira  em contexto de música experimental, juntando assim territórios da música de concerto e brasileira.

Frevo entortado

herí bateria.jpg

Frevo entortado é uma peça para caixa solo inspirada na levada de caixa do frevo pernambucano. São variações rítmicas que tem como base estruturas rítmicas provenientes da pesquisa musicológica da música africana e europeia, como as flutuações de módulos rítmicos, a rede rítmica flexível ou a modulação métrica.

Partitura: Frevo entortado de Herí Brandino

Se pretende tocar a peça, por favor, entre em contato.

Desábito

Desábito, para triângulos e outros metais foi escrita em 4 partes, cada uma explorando de forma diferente as sonoridades e técnicas dos triângulos de forró, dessa forma: parte um usa módulos rítmicos e de ressonância diferenciada dos triângulos; parte 2 usa o triângulo em combinação com outros timbres,como o próprio chão e o tom; parte 3 usa os sons do triângulos dissipados em texturas sonoras e parte 4 usa sons entendidos como barulhos do triângulo, de forma musical. 

Desábito Making Of (AK) 11.JPG

Partitura: Desábito de Herí Brandino

Se pretende tocar a peça, por favor, entre em contato.

Desábito Making Of (AK) 24.JPG

Caos vs Ego

A peça caos vs ego, para caxixis e instrumentos de samba, foi escrita para investigar as diversas formas possíveis de tocar caxixis e para explorar sonoridades alternativas dos instrumentos de samba.

 

O título Caos vs ego representa o contraponto de sonoridades do caxixi, que possui naturalmente um som caótico, das sementes, e dos instrumentos de samba, que representam o som do samba, que é uma identidade sonora coletiva, ou o eu coletivo, o ego.

 

No decorrer de toda a peça é possível perceber as sonoridades do samba e de texturas caóticas entrando em diversos tipos de diálogos, incluindo conflitos. 

Partitura: Caos vs ego de Herí Brandino

Se pretende tocar a peça, por favor, entre em contato.

IMG_8182.jpg
 

Criações no Ensino

 OBRAS DIDÁTICAS 

SOUM

SOUM foi  escrita por Herí Brandino especialmente para o grupo de percussão da EMESP durante a pandemia do coronavírus.

 

A peça é dividida em 4 partes.

 

A primeira é inspirada na música minimalista, a segunda no Ragtime, a terceira em música textural e a quarta no ritmo Vassi do candomblé Ketu.

Partitura: SOUM de Herí Brandino

Se pretende tocar a peça, por favor, entre em contato.

A invenção de César

A invenção de César foi escrita para desenvolver as figurações rítmicas baseadas em 2 camadas de subdivisão e sensibilidade ao timbre.

 

A obra é escrita para qualquer som, com instrumentos construídos/adapatados em casa. 

Partitura: A invenção de César, de Herí Brandino

Se pretende tocar a peça, por favor, entre em contato.