Vídeos Recentes

Rebonds B - Iannis Xenakis

Herí Brandino executa a obra Rebonds B para percussão múltipla solo, do compositor grego Iannis Xenakis, na 33ª Bienal de arte de São Paulo: afinidades afetivas. A apresentação integrou a exposição das obras do artista plástico argentino Alejandro Corujeira. O quadro maior, ao centro, se chama "los ojos callados".

Segura Ele - Pixinguinha e Benedito Lacerda Arr. Lincoln Antonio

Herí Brandino executa o arranjo de Lincoln Antonio do chorinho segura ele, de Pixinguinha e Benedito Lacerda. Os instrumentos tocados no vídeos são o vibrafone (à esquerda), pandeiro (ao centro) e marimba (à direita).

Improvisação Livre multilinguagem no vibrafone

Este é um dos diversos desdobramentos da pesquisa em improvisação com gestos e personificações e partir dos sons. A pesquisa envolve improvisações multilinguagem a partir de uma fonte comunicativa específica: pode ser uma partitura ou um texto, por exemplo. Neste caso, o improviso com gestos e expressões dialoga com o improviso sonoro, formando uma improvisação performativa, que busca a não centralidade de qualquer uma das linguagens artísticas, mas uma espécie de inspiração compartilhada, a qual uma das linguagens, por exemplo a dança, é carregada de energia por outra linguagem, a música por exemplo, que por sua vez recebe energia da dança. É importante destacar que a improvisação é baseada em uma das correntes mais interessantes da música contemporânea: a improvisação livre.

Samba em Percussão Corporal


Pequenos improvisos sobre levadas de Samba em Percussão Corporal.

 
 

Vídeos de Percussão

Marimba Spiritual - Minoru Miki (Mov 2)

Marimba - Herí Brandino

Percussão - Grupo A4: Giovanni Aglio, Gustavo Neves e Jefferson Silva

Trame VIII for marimba and ensemble - Martin Matalon

Herí Brandino - Marimba

Ernest Izquierdo – regente

Camerata Aberta

Loops II for Vibraphone solo – Philippe Hurel

Vibrafone – Herí Brandino

Fantasy on Japanese Prints - Alan Hovhaness (parte 2) para xilofone e orquestra

 

Orquestra jovem do estado de São Paulo, João Maurício Galindo regência

Rebonds B - Iannis Xenakis

Herí Brandino executa a obra Rebonds B para percussão múltipla solo, do compositor grego Iannis Xenakis, na 33ª Bienal de arte de São Paulo: afinidades afetivas. A apresentação integrou a exposição das obras do artista plástico argentino Alejandro Corujeira. O quadro maior, ao centro, se chama "los ojos callados".

Vídeos de Rítmica

Transformações graduais entre compassos

A partir da proposta de juntar o conceito de Rede flexível, que surgiu na musicologia da música africana e afro-brasileira, com conceitos da música européia, como os tipos de compasso composto e simples, cria-se uma estrutura rítmica de transformações graduais entre compassos simples e compostos executados através de levadas e improvisos em percussão corporal.

5 Fases - Para Percussão Múltipla

Obra composta e executada por Herí Brandino em 2008.

O título da música se refere a 5 fases do tempo, que na música podem ser consideradas a partir de 2 princípios:

- 5 durações rítmicas quaisquer ou 5 velocidades rítmicas quaisquer que se iniciam juntas. A partir daí gera-se uma gama de relações entre as 5 fases que são representadas pelos números 2, 3, 4, 5 e 6 através de acentuações, quiálteras, andamentos, timbre, altura e da estrutura musical, todos organizados funcionalmente que criam diferentes sensações como desequilíbrio, tensão, organização ou resolução. 

logoheriverde-removebg-preview_edited.pn
logoheriverde-removebg-preview_edited.pn
 

Vídeos de Multilinguagem

Desábito, para 2 triângulo e outros metais – PARTE 1

 

Peça em 4 partes composta por Herí Brandino para explorar sonoridades e técnicas do triângulo. O vídeo trabalha elementos expressivos de iluminação e audiovisual enquanto objeto artístico multilinguagem.

 

Percussionistas: Joachim Emídio e Herí Brandino
Concepção Audiovisual: Coletivo Marimba
Iluminação: Marcela Katzin

Contos do Corpo: Parte 1 – Fraqueza

 

Apresentação de percussão e expressão corporal que tem como objetivo integrar movimento, som e palavra em um mesmo gesto.

A apresentação foi baseada em uma pesquisa que tem artigo publicado nos anais do II Congresso Brasileiro de Percussão.

Improvisação Livre multilinguagem no vibrafone

Este é um dos diversos desdobramentos da pesquisa em improvisação com gestos e personificações e partir dos sons. A pesquisa envolve improvisações multilinguagem a partir de uma fonte comunicativa específica: pode ser uma partitura ou um texto, por exemplo. Neste caso, o improviso com gestos e expressões dialoga com o improviso sonoro, formando uma improvisação performativa, que busca a não centralidade de qualquer uma das linguagens artísticas, mas uma espécie de inspiração compartilhada, a qual uma das linguagens, por exemplo a dança, é carregada de energia por outra linguagem, a música por exemplo, que por sua vez recebe energia da dança. É importante destacar que a improvisação é baseada em uma das correntes mais interessantes da música contemporânea: a improvisação livre.

logoheriverde-removebg-preview_edited.pn
logoheriverde-removebg-preview_edited.pn
 

Vídeos de Territórios Musicais

Duo  de experimentações sonoras com Berimbau e triângulo

Variações de levadas e improvisos sobre os ritmos Gege e Baião com experimentações técnicas no berimbau e triângulo.

Berimbau - Fernando Miranda

Triângulo - Herí Brandino

Releitura de ritmos do forró

instrumentos usados no vídeos: berimbau de boca, zabumba e caxixis, adaptados respectivamente com técnicas do morsing (jaws harp) indiano; do Davul ou Tupan- instrumento encontrado na macedônia, entre outros lugares - e das maracas venezuelanas.

 

Vídeo gravado na EMESP, Luz, São Paulo

Câmera: Mariana Gualberto

Samba em Percussão Corporal

Pequenos improvisos sobre levadas de samba em percussão Corporal

Segura Ele - Pixinguinha e Benedito Lacerda Arr. Lincoln Antonio

Herí Brandino executa o arranjo de Lincoln Antonio do chorinho segura ele, de Pixinguinha e Benedito Lacerda. Os instrumentos tocados no vídeos são o vibrafone (à esquerda), pandeiro (ao centro) e marimba (à direita).

 
 

Vídeos de Alunas e Alunos

SOUM - Para grupo de percussão corporal

Peça escrita por Herí Brandino especialmente para o grupo de percussão da EMESP durante a pandemia do coronavírus. A peça é dividida em 4 partes. A primeira é inspirada na música minimalista, a segunda no Ragtime, a terceira em música textural e a quarta no ritmo Vassi do candomblé Ketu.

Coordenação do grupo de percussão da EMESP: Márcia Regina Fernandes e Herí Brandino 

Solistas: Rafaella Blasques galan, Ana Paula Marsarioli e Alberto Santos

Preparação vocal: Bárbara Blasques Galan

 PASSACAGLIA

Obra resultante do projeto de criação sonora a partir da exposição limiares da artista plástica Regina da Silveira. A proposta principal é o diálogo entre diferentes linguagens artísticas. O grupo contemporâneo da EMESP é coordenado pela professora Sarah Hornsby e pelos professores Rodrigo Lima, Pedro Gadelha e Herí Brandino.

 CASTACA 

Obra resultante do projeto de criação sonora a partir da exposição limiares da artista plástica Regina da Silveira. A proposta principal é o diálogo entre diferentes linguagens artísticas. O grupo contemporâneo da EMESP é coordenado pela professora Sarah Hornsby e pelos professores Rodrigo Lima, Pedro Gadelha e Herí Brandino.

IMPROVISAÇÃO SOBRE METRÔNOMO MANCO

Obra resultante do projeto de criação sonora a partir da exposição limiares da artista plástica Regina da Silveira. A proposta principal é o diálogo entre diferentes linguagens artísticas. O grupo contemporâneo da EMESP é coordenado pela professora Sarah Hornsby e pelos professores Rodrigo Lima, Pedro Gadelha e Herí Brandino.

CASTACATA e ACUSMÁTICA 

Obras resultantes do projeto de criação sonora a partir da exposição limiares da artista plástica Regina da Silveira. A proposta principal é o diálogo entre diferentes linguagens artísticas. O grupo contemporâneo da EMESP é coordenado pela professora Sarah Hornsby e pelos professores Rodrigo Lima, Pedro Gadelha e Herí Brandino.